22 Set

Desejo TED: School in the Cloud

Sugata Mitra é um educador com um sonho: construir uma escola. Mas esta é uma escola diferente – Build a School in the Cloud (clique aqui para ver com legendas em português).

Através da Internet são utilizados recursos e dadas orientações, de maneira a criar um espaço virtual – “School in the Cloud” – onde as crianças podem explorar e aprender umas com as outras.

Tanto pediu que realizou o seu desejo. Foi o entusiasta Sugata que, na realidade, venceu o Prémio TED no ano passado – “As crianças ensinam-se umas às outras, se lhes forem fornecidos recursos para tal”.

Começou a sua pesquisa em pequenas vilas na Índia com um projecto – Hole in the Wall – e com uma questão que não lhe saía da cabeça: “Qual é o futuro da educação?”. Verdadeiramente inspirador Sugata responde perante uma audiência fascinada.

19 Set

As caras por detrás do TEDxLisboaED

O TEDxLisboaED não é só criatividade, ideias e inovação. É também pessoas.

São os voluntários, que dedicam o seu tempo e motivação, que fazem com que o TEDxLisboaED seja possível no dia 18 de outubro!

Conheça-os aqui:

17 Set

#MOB mobilizar é agir!

Dentro da sala de aula, escuta-se o ponteiro do relógio que conta cada segundo que passa. A porta está fechada, enquanto passa um pequeno raio de luz pela janela aberta.

Não falta o clássico globo, os livros pousados e abertos em cima das carteiras. Os alunos estão atentos ao Professor que os questiona de óculos e fartas sobrancelhas. Atentam na palavra escrita no quadro preto de giz.

Mas falta algo à palavra “Portuguê”. Os alunos, que mais se assemelham a hashtags, lêem letra a letra a palavra escrita a branco no quadro já gasto pelo tempo. Há algo que falta. Um deles, apercebe-se da ausência do “X”! Assim, exclamam entusiasmados.

Cada um deles já sabe que o mote deste TEDxLisboaED é #MOB mobilizar é agir! Não perca a oportunidade de partilhar connosco esta edição dedicada à mudança na Educação que se irá realizar no próximo dia 18 de Outubro, sábado, no Fórum Lisboa.

09 Set

A chave para o sucesso

A determinação, a coragem e a ambição são factores que influenciam o sucesso. Quem comprova é a professora de matemática Angela Lee Duckworth – “Como qualquer professor distribuía exercícios, avaliava testes, passava trabalhos de casa (…) e calculava as notas”.

Angela revela que, surpreendentemente, os alunos com melhores desempenhos não eram os que tinham elevados valores de QI, não eram os mais inteligentes. Eram, em contrapartida, os mais determinados: “aqueles com verdadeira paixão e perseverança em objectivos de longo prazo.” É através da resistência e da habilidade de agarrar o futuro, dia após dia, – conta – que se trabalha bastante para tornar o futuro sonhado numa realidade.

Após vários anos de estudo, esta professora de matemática chegou à conclusão que é necessária uma maior compreensão dos alunos e do que aprendem. De facto, crê que o ensino deve passar por uma perspectiva motivacional.

Dá testemunho da ideia que considera ser a melhor para gerar determinação. Esta denomina-se “growth mindset”, um conceito desenvolvido por Carol Dweck na Universidade de Stanford. Mas Angela não deixa de reforçar que são precisas mais ideias, a predisposição para falhar e aprender lições com os erros cometidos. Apela, assim, na determinação em tornar os alunos determinados.

Saiba como em pouco mais de 6 minutos na TED talkThe key to success? Grit (clique aqui para ver com legendas em português).

 

05 Set

Como ensinar professores a criar magia?

Passo #1.  Ver esta TED talk de Christopher Emdin – Teach teachers how to create magic (clique para ver com legendas em português).

Passo #2. Aprender a habilidade de encantar e ensinar ao mesmo tempo.

Passo #3. Utilizar a sala de aula como audiência.

Passo 4#. Praticar, praticar, praticar.  Sempre me disseram que o segredo de um bom mágico está em praticar (muito).

Passo 5#. Ouvir os comentários dos alunos: bons e maus. Escutar com atenção as sugestões feitas.

Passo 6#. Fazer uso do feedback e continuar a melhorar. Nunca esquecer que há sempre algo mais a fazer.

Passo 7#. Sempre que se sentir desmotivado: ted.com

Passo 8#. Voltar ao passo #4.

 

 

31 Ago

A imaginação pode ser medida?

Sabemos de cor o lema do TED: vale a pena espalhar ideias. Mas, para muitos a página ideias.ted.com é ainda desconhecida. Aqui são colocadas perguntas, exploradas ideias, dadas opiniões e recomendadas leituras. Curioso? Ora, parta à descoberta!

Mike Llewellyn em Idea in depth questiona-se se, porventura, será possível medir a imaginação – Can imagination be measured? (clique aqui para ler o artigo). Partindo de uma fotografia de um monumento famoso, a Estátua da Liberdade situada no porto de Nova Iorque, Mike começa por partilhar o significado da imaginação e explica que “entender como funciona a imaginação é importante”.

Continua o seu raciocínio adiantando que a imaginação “é responsável por formar representações mentais”. Assim, “planear o futuro, simpatizar com um desconhecido, conhecer a audiência, enganar o adversário, criar algo bonito ou projectar algo útil” faz com que seja necessário desenvolver a criatividade, explica.

Mike apresenta Scott Barry Kaufman, coordenador da área científica do Imagination Institute do Centro Penn para a Psicologia Positiva. É ele quem coordena todo o esforço para que se torne possível quantificar a imaginação. O Quociente de Imaginação é, portanto, uma alternativa ao padronizado Quociente de Inteligência que avalia as capacidades cognitivas.

Esta é uma chamada de atenção para a realidade actual, no mundo da educação, onde a inteligência não pode ser a única capacidade a ser considerada. Por sua vez, a imaginação assume os contornos de uma habilidade a ser desenvolvida. Faz, sentido não só capacitar para o que já existe – “what is” -, mas também investir na imaginação do que poderia ser – “what could be”.

Se “usamos a criatividade para improvisar soluções para problemas que nunca encontrámos antes”, então, “por que não quantificar e tornar a imaginação numa ferramenta valiosa?“ – questiona Kaufman.

29 Ago

De volta às aulas

Sem sequer dar por isso, mais uma vez, as férias de Verão passaram a correr. Agora que Setembro está aí à porta, traz consigo todo o entusiasmo caraterístico do regresso às aulas. Ainda se recorda da constante agitação do primeiro dia de aulas do novo ano lectivo?

Hoje damos a conhecer uma nova playlist, desta vez com TED Talks que o levam de volta às aulas. À descoberta de Matemática, História, Educação Física; a meio do dia faz-se uma pausa para o Almoço; e à tarde explora-se Inglês, Ciências e Artes: o horário está lançado. E se escutar com atenção é possível ouvir o toque de entrada.

Entre na sala de aula onde a sugestão recai sobre Henry Lin que explica – What we can learn from galaxies far, far away (clique para ver com legendas em português). Henry desvenda que aglomerados de galáxias são “enormes conjuntos de galáxias, unidos através da mesma gravidade”. A lição deste jovem começa quando afirma que os aglomerados de galáxias são “surpreendentes, misteriosos e úteis”.

Percebemos deste modo que existem vários tipos de galáxias que funcionam como sistemas isolados. Atente nesta TED talk que demonstra uma enorme criatividade científica e estuda o universo que nos rodeia.

 

23 Ago

TED under 20: miúdos que surpreendem

São miúdos com menos de 20 anos de idade a apresentar as suas ideias que valem a pena ser divulgadas. TED under 20 é uma playlist que dá a conhecer 13 talks inovadoras, 13 talks excepcionais que despertam admiração. De cientistas a músicos, passam por aqui prodígios surpreendentes.

Sugerimos – What adults can learn from kids (clique para ver com legendas em português) – de Adora Svitak, onde conta que o mundo de hoje precisa de ser pensado por crianças. Adora lembra que todas as suas ideias atrevidas, a sua criatividade selvagem e o seu optimismo característico não podem ser deixados de lado.

Na verdade, os sonhos “infantis” e irracionais das crianças e dos jovens merecem uma maior e profunda consideração por parte dos adultos. Afinal, os mais velhos ensinam, mas também devem ouvir e aprender com os mais novos, explica. O objectivo é a partilha de ideias através de uma aprendizagem recíproca.

Adora sabe que antes de tornar algo real é preciso sonhar – “Quem disse que os pensamentos irracionais não são exatamente o que o mundo precisa?”.

21 Ago

Malala Yousafzai: o valor da educação

Malala Yousafzai é um nome familiar para todos aqueles que reconhecem coragem no rosto desta jovem mulher paquistanesa. Foi proibida de ir à escola. Esta atitude levou Malala a gritar a alta voz para relatar ao mundo quão importante é o direito à educação.

Ao contrário do que se poderia pensar, a tentativa de silêncio por parte dos talibãs não a fez abrandar. Por isso mesmo, as balas disparadas tornaram Malala cada vez mais determinada, perseverante e audaz. Sempre com o descaramento necessário para continuar a estudar.

Este é o nome de uma jovem que ficou para a história da humanidade. Um exemplo de tal forma influente que muitos perguntam a Ziauddin Yousafzai, pai de Malala, “Por que é a sua filha tão forte, tão corajosa e tão destemida?”. “Porque nunca cortei as suas asas.” – É a única resposta que encontra.

Ziauddin continua a mobilizar todos os seus esforços para a concretização de uma acção: a luta pela educação de crianças e jovens. Este educador relembra o valor do ensino nesta TED Talk – Ziauddin Yousafzai (clique para ver com legendas em português).