Carla Fernandes

Ser mulher negra em Lisboa

 

Carla FernandesDesde bastante jovem que Carla Fernandes sentiu na pele o peso que as diferenças culturais podem ter no relacionamento entre as pessoas. A partir desse momento, o diálogo entre culturas começou a interessá-la.

Angola é o país de origem de Carla, mas foi Portugal que a viu crescer. Formou-se em tradução das línguas inglesa e alemã. Através do processo de tradução também se apercebeu de que palavras são mais do que palavras, e que traduzir não é apenas substituir uma palavra por outra. As palavras em diferentes línguas acarretam a história e as estórias que identificam diferentes culturas. Em 2014, Carla criou o audioblogue Rádio AfroLis onde afrodescendentes a viver em Lisboa partilham as suas estórias e falam sobre a sua visão pessoal da cidade.